Tal qual o ar que respiramos, sei que Deus existe, ainda que não possa vê-lo... Sim, Jacque, eu ainda te amo! Por favor, me perdoa...

domingo, 25 de maio de 2003

Cientistas estão a poucos passos de transformar chimpanzés e bonobos em seres humanos

Charles Darwin, Elo perdido, evolução, evolucionismo, seleção natural, Adão e Eva
As duas espécies de chimpanzés - "Pan troglodytes" e "Pan paniscus" - devem passar a ser designadas "Homo troglodytes" e "Homo paniscus", propõe a equipe coordenada por Morris Goodman, da Universidade Estadual Wayne, em Detroit.
Para chegarem a esta proposta, os investigadores compararam 97 genes (dos nossos 30 000 a 40 000) em seis espécies: humanos, chimpanzés, gorilas, orangotangos, macacos do Velho Mundo e ratinhos. O objectivo era verificar as diferenças existentes no código do mesmo gene, de espécie para espécie.
Os resultados da equipa de Morris Goodman são claros: humanos e chimpanzés apresentam uma semelhança de 99,4 por cento. Por isso, deveriam ser classificados como espécies do mesmo gênero (e rapidamente, enquanto ainda sobrevivem os grandes primatas, que hoje correm sérios riscos de extinção).
cientic.com

15/02/09
As diferenças entre o genoma humano e o dos chimpanzés são dez vezes maiores do que se achava, segundo um estudo de uma equipe internacional de pesquisadores que permitirá avaliar melhor a separação entre espécies e estabelecer o momento no qual ocorreu a evolução.
O estudo será publicado pela revista Nature esta semana em uma edição dedicada ao bicentenário do aniversário do nascimento do naturalista britânico Charles Darwin.
Os autores explicaram que, na última década, tinha-se aceitado que as sequências de DNA de homens e chimpanzés, os parentes vivos mais próximos dos humanos, só diferiam em 1,24%.
A pesquisa demonstra que o percentual é incorreto e que pode ser até dez vezes superior.
O pesquisador Arcadi Navarro explicou que as diferenças detectadas agora não são pontuais, e sim "elementos funcionais, genes completos que algumas espécies têm e outras não".
noticias.terra.com.br

Nenhum comentário: