Tal qual o ar que respiramos, sei que Deus existe, ainda que não possa vê-lo... Sim, Jacque, eu ainda te amo! Por favor, me perdoa...

domingo, 2 de setembro de 2007

A Queda da Babilônia


Vem, mostrar-te-ei a condenação da grande prostituta que está assentada sobre muitas águas;

Com a qual se prostituíram os reis da terra; e os que habitam na terra se embebedaram com o vinho da sua prostituição.

Nenhum comentário: