Tal qual o ar que respiramos, sei que Deus existe, ainda que não possa vê-lo... Sim, Jacque, eu ainda te amo! Por favor, me perdoa...

domingo, 13 de janeiro de 2008

Retrospectiva 2007

Jó 19

Eis que clamo: Violência! Porém não sou ouvido. Grito: Socorro! Porém não há justiça. O meu caminho ele entrincheirou, e já não posso passar, e nas minhas veredas pôs trevas. Juntas vieram as suas tropas, e prepararam contra mim o seu caminho, e se acamparam ao redor da minha tenda. Na verdade, que devíeis dizer: Por que o perseguimos? Pois a raiz da acusação se acha em mim.
Temei vós mesmos a espada; porque o furor traz os castigos da espada, para saberdes que há um juízo.


Jó 20

Ainda que fuja das armas de ferro, o arco de bronze o atravessará. Os céus manifestarão a sua iniqüidade; e a terra se levantará contra ele. As riquezas de sua casa serão transportadas; no dia da sua ira todas se derramarão. Esta, da parte de Deus, é a porção do homem ímpio; esta é a herança que Deus lhe decretou.




Um comentário: