Tal qual o ar que respiramos, sei que Deus existe, ainda que não possa vê-lo... Sim, Jacque, eu ainda te amo! Por favor, me perdoa...

quinta-feira, 24 de junho de 2010

Festas Juninas (Aqui não passa Nada!)

Baal e Moloque: assassinos!
No passado, os DRUIDAS que eram feiticeiros ingleses, faziam CULTO AO DEUS SOL COM CHAMAS DE FOGO em honra ao deus BAAL ou MOLOCH (Ninrode adorado secretamente por sua mãe e esposa Semíramis, esta das notas do dinheiro brasileiro, a estátua da liberdade). As fogueiras fazem parte destas festas, inclusive o passar e pular a fogueira. Estas festas estão sempre relacionadas com fogo e fogos de artifícios. Logo, a fogueira de São João nasceu antes de são João. Quando o Vaticano instituiu, no século VI, o dia 24 de junho para a comemoração do nascimento daquele que batizou Cristo, os povos europeus já celebravam, com grandes fogueiras, a chegada do sol e do calor. Em 58 a.C., quando o imperador romano César conquistou a Gália (França), os bárbaros já comemoravam o solstício do verão, no dia 22 ou 23 de junho - o momento em que o Sol pára de afastar-se (solstício vem do latim e significa “sol estático”) e volta a incidir em cheio sobre o hemisfério norte.
E também, de acordo com o GRANDE DICIONÁRIO ENCICLOPÉDICO DE MAÇONARIA E SIMBOLOGIA, não foi no cristianismo, mas no paganismo da mãe das meretrizes, a Babilônia: “A instituição das FESTAS SOLSTÍCIAS vem dos tempos das INICIAÇÕES PRIMITIVAS (secretas), nos MISTÉRIOS PRATICADOS NOS RIOS SAGRADOS do NILO, ILISO e TIBRE.”
"E edificaram os altos de Baal, que estão no Vale do Filho de Hinom, para fazerem passar seus filhos e suas filhas pelo fogo a Moloque; o que nunca lhes ordenei, nem veio ao meu coração, que fizessem tal abominação, para fazerem pecar a Judá." (Jeremias 32 : 35)

O texto que se segue é uma reprodução do comentário do Padre Francis Zanger, que faz correções em meu texto. As informações são muito superiores ao que se encontra com facilidade através de pesquisas no google.com. O texto possui pensamentes particulares dele, editar poderia soar como censura:

"FrZ+ disse...
Um problema com seu conexão entre os Druidos de Inglaterra e os deus Baal. Baal era um deus do Médio Oriente, particlarmente do povo Canaanite.

A festa do fogo entre os druidos (quem viviam muito mais pelo norte) era o Samhain mais ou menos o 1 de Noembre). Na vigília do Samhain, todos os fogos em todos as aldeias e povoações da Britania eram apagados, e os espíritos dos mortos andavam pelo país. No Samhain, tinha uma grande festa, e o Druido fez um novo fogo, que todo o pessoal levava para seus próprios casas em cabaças ocos, para protegir a chama do vento (abóboras são das Americas). É daqui que temos os abóboras illuminadas do Halloween-- uma festa que nunca tinha nada de-vir com o Diabo, dado que a fé dos druidos não tinham um diabo, mas só forças boas-- e menos boas.. da natura. (Eles praticavam sacrifício humano, mas isso era parte das muitos das religiões antes do Cristianismo-- no Médio Oriente, os Judeus eram os únicos que não tinha sacrifiício humano, desde o tempo de Abraâo.) Em vez do dia de S. João, a Igreja Cristão usava a mesma data de Samhain pela Festa de Todos Santos... um modo diferente de protegir o povo das fantasmas-- com os Druidos, os mortos podiam andar uma noite cada ano, e fazer actos de retribuição, etc., mas com a Igreja do Cristo, eles estavam nos mãos de Deus, e o povo podiam viver sem medo.

(Já pensou como a Igreja era subversivo e marginal, quando todos os sacerdotes e fies de outras religiões odiavam-nos? E é a mesma coisa agora-- a cultura moderna não gosta dejeito nenhum da Igreja, que ensina que não é preciso comprar o carro mais novo ou usar o 'Calvin Klein', mas que é melhor dar para os pobres. Horrível! Subversivo e marginalizado pela cultura moderna!

Força!
Pé Francisco+ "

É como ele disse, ainda que, pra mim, Baal parece estar pra Moloque o que Ártemis está pra Diana C.C.S.M. (k77)

7 comentários:

Nekkid Chicken disse...

I am so happy to see you writing again. Much love, Mal

Daniel (e aí beleza?) disse...

Olá, conheci o seu blog hoje...
E gostaria que conhecesse o meu e participasse do "Continue a história"
A melhor versão vai para o Youtube
Entre nesse endereço:
http://danielrodrialmeilei.blogspot.com/p/continue-historia.html

E continue a história.......

Cesar Crash disse...

Branca de Neve e o príncipe vieram para São Paulo?! A continuação é óbvia:

"E viveram infelizes para sempre... Fim."

FrZ+ disse...

Um problema com seu conexão entre os Druidos de Inglaterra e os deus Baal. Baal era um deus do Médio Oriente, particlarmente do povo Canaanite.

A festa do fogo entre os druidos (quem viviam muito mais pelo norte) era o Samhain mais ou menos o 1 de Noembre). Na vigília do Samhain, todos os fogos em todos as aldeias e povoações da Britania eram apagados, e os espíritos dos mortos andavam pelo país. No Samhain, tinha uma grande festa, e o Druido fez um novo fogo, que todo o pessoal levava para seus próprios casas em cabaças ocos, para protegir a chama do vento (abóboras são das Americas). É daqui que temos os abóboras illuminadas do Halloween-- uma festa que nunca tinha nada de-vir com o Diabo, dado que a fé dos druidos não tinham um diabo, mas só forças boas-- e menos boas.. da natura. (Eles praticavam sacrifício humano, mas isso era parte das muitos das religiões antes do Cristianismo-- no Médio Oriente, os Judeus eram os únicos que não tinha sacrifiício humano, desde o tempo de Abraâo.) Em vez do dia de S. João, a Igreja Cristão usava a mesma data de Samhain pela Festa de Todos Santos... um modo diferente de protegir o povo das fantasmas-- com os Druidos, os mortos podiam andar uma noite cada ano, e fazer actos de retribuição, etc., mas com a Igreja do Cristo, eles estavam nos mãos de Deus, e o povo podiam viver sem medo.

(Já pensou como a Igreja era subversivo e marginal, quando todos os sacerdotes e fies de outras religiões odiavam-nos? E é a mesma coisa agora-- a cultura moderna não gosta dejeito nenhum da Igreja, que ensina que não é preciso comprar o carro mais novo ou usar o 'Calvin Klein', mas que é melhor dar para os pobres. Horrível! Subversivo e marginalizado pela cultura moderna!

Força!
Pé Francisco+

FrZ+ disse...

Um problema com seu conexão entre os Druidos de Inglaterra e os deus Baal. Baal era um deus do Médio Oriente, particlarmente do povo Canaanite.

A festa do fogo entre os druidos (quem viviam muito mais pelo norte) era o Samhain mais ou menos o 1 de Noembre). Na vigília do Samhain, todos os fogos em todos as aldeias e povoações da Britania eram apagados, e os espíritos dos mortos andavam pelo país. No Samhain, tinha uma grande festa, e o Druido fez um novo fogo, que todo o pessoal levava para seus próprios casas em cabaças ocos, para protegir a chama do vento (abóboras são das Americas). É daqui que temos os abóboras illuminadas do Halloween-- uma festa que nunca tinha nada de-vir com o Diabo, dado que a fé dos druidos não tinham um diabo, mas só forças boas-- e menos boas.. da natura. (Eles praticavam sacrifício humano, mas isso era parte das muitos das religiões antes do Cristianismo-- no Médio Oriente, os Judeus eram os únicos que não tinha sacrifiício humano, desde o tempo de Abraâo.) Em vez do dia de S. João, a Igreja Cristão usava a mesma data de Samhain pela Festa de Todos Santos... um modo diferente de protegir o povo das fantasmas-- com os Druidos, os mortos podiam andar uma noite cada ano, e fazer actos de retribuição, etc., mas com a Igreja do Cristo, eles estavam nos mãos de Deus, e o povo podiam viver sem medo.

(Já pensou como a Igreja era subversivo e marginal, quando todos os sacerdotes e fies de outras religiões odiavam-nos? E é a mesma coisa agora-- a cultura moderna não gosta dejeito nenhum da Igreja, que ensina que não é preciso comprar o carro mais novo ou usar o 'Calvin Klein', mas que é melhor dar para os pobres. Horrível! Subversivo e marginalizado pela cultura moderna!

Força!
Pé Francisco+

Cesar Crash disse...

Sim, padre Baal não era druída, era cananeu. É que Baal pra mim, parece estar para Moloque o que Ártemis está para Diana. Agora, se Eles não cultuavam Moloque, ai eu fico sem saber o que dizer. Pode ver que o nome da imagem é Moloch.jpg. Pela relevância de seu comentário, muito superior ao que se encontra com facilidade pelo Google.com, eu o acrescento ao texto principal da postagem. Valeu!

Cesar Crash disse...

Quanto a não ter a ver com o diabo por serem forças boas, conheço uma pá de mano que consideram pra caramba o diabo, acham que ele é um cara bem firmezinha.
Vou citar só esses ai como exemplo, por que são sérios na sua crença. Poderia citar um monte de PAGA-PAU os quais não vou dizer quem são, mas GOSTAM DE PEGAR ANIMAIZINHOS DE ESTIMAÇÃO INDEFESEOS, E ENFIAR NAS LANÇAS DOS PORTÕES DO BAIRRO VIZINHO A ONDE EU MORO, SÓ PRA DIZEREM QUE SÃO "MAUZINHOS"...
http://www.ordemluciferianadaluz.org/